terça-feira, 27 de setembro de 2016

TRE orienta eleitor a buscar informações sobre títulos e locais de votação.

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará orienta os eleitores a tirar dúvidas e buscar informações no telefone 148 (Disque Eleitor) sobre a regularidade do título e os locais de votação em todo o Estado. 
Por conta da revisão do eleitorado realizada em 54 municípios cearenses com a identificação biométrica obrigatóra dos eleitores, 222.657 títulos foram cancelados em todo o Estado. Os eleitores desses municípios que não fizeram o recadastramento biométrico NÃO poderão votar nas eleições deste ano. Maracanaú foi o município que registrou o maior número de cancelamento de títulos (29.683). Aqueles que ainda têm dúvida sobre a situação do título, devem ligar para o Disque Eleitor (148) e buscar a informação correta. 
Além disso, em 2015, o TRE-CE realizou rezoneamento envolvendo 10 zonas eleitorais, com impacto em 21 municípios, entre eles Caucaia, o segundo maior eleitorado do Estado, e Eusébio. Boa parte dos eleitores desses municípios que passaram por rezoneamento, pode ser que tenha em mãos, no dia da eleição, o título com os números de zona e seção ainda desatualizados. Daí a importância desses eleitores certificarem o local correto de votação através do telefone 148, que teve o seu serviço ampliado para atender e tirar todas as dúvidas.Importante os eleitores desses municípios buscarem informações antecipadas.

O TRE-CE contratou 72 operadores de telemarketing, que atenderão às ligações até 2 de outubro (data da eleição no 1º turno) das 7 às 19 horas. O serviço funciona com capacidade para atender até 10 mil ligações por dia. 
A coordenadora de Administração do Cadastro Eleitoral do TRE, Lorena Belo, reforça o alerta "para que o eleitor antecipe suas ligações e tire suas dúvidas, a fim de evitar atropelos no dia da eleição e saber exatamente como proceder no próximo domingo". 
Através do Disque Eleitor, disponibilizado em todo o Estado, ao preço de uma chamada local, pode-se obter informações sobre o número do título, o endereço da seção de votação, como fazer para justificar o voto e como votar na urna eletrônica, dentre outras informações.

Fonte: TRE.

Continente americano é declarado livre do sarampo

Para a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), resultado é fruto do esforço de 22 anos de ampla administração da vacina

O continente americano é a primeira região do mundo a ser declarada livre do sarampo. A avaliação foi oficializada nesta terça-feira (27) pelo Comitê Internacional de Peritos de Documentação e Verificação da Eliminação do Sarampo, Rubéola e Síndrome de Rubéola Congênita nas Américas, durante o 55º Conselho Diretor da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas).
Com a declaração, o sarampo se torna a quinta doença prevenível por vacinação a ser eliminada nas Américas, após a erradicação da varíola, em 1971; da poliomielite, em 1994, e da rubéola e da síndrome da rubéola congênita, em 2015. O resultado, segundo a Opas, representa o ápice de um esforço de 22 anos, com ampla administração da vacina contra o sarampo, a caxumba e a rubéola no continente.
Antes do início da vacinação maciça, em 1980, o sarampo causava cerca de 2,6 milhões de mortes por ano no mundo. No período de 1971 a 1979, foram cerca de 100 mil óbitos somente nas Américas. Um estudo sobre a efetividade da eliminação do sarampo na América Latina e no Caribe estima que, com a imunização, os países da região preveniram 3,2 milhões de casos e 16 mil mortes entre 2000 e 2020.

Último caso na região
De acordo com a Opas, a transmissão do vírus do sarampo nas Américas foi interrompida em 2002, quando o último surto endêmico foi notificado na região. Entretanto, como o sarampo continua circulando em âmbito mundial, alguns países haviam notificado casos importados.
Entre 2003 e 2014, o número total de casos de sarampo importados ou relacionados à importação do vírus chegou a 5.077 no continente.

No Brasil, surtos isolados e ligados a vírus importados começaram em 2013 e registraram os últimos casos no ano passado. O Comitê Internacional de Peritos esperou a comprovação das evidências da interrupção antes de anunciar a declaração confirmada hoje. A eliminação do sarampo no Brasil foi declarada em julho pela Opas.

A doença
O sarampo é classificado pela Opas como uma das doenças mais contagiosas e afeta sobretudo crianças. É transmitido por gotas de saliva procedentes do nariz, boca e garganta de pessoas infectadas. Os sintomas incluem febre alta, erupção generalizada em todo o corpo, congestão nasal e irritação ocular.
A doença pode causar complicações graves como cegueira, encefalite, diarreia intensa, infecções do ouvido e pneumonia, sobretudo em crianças com problemas de nutrição e pacientes imunodeprimidos. Em 2015, foram notificados 244.704 casos de sarampo no mundo, mais da metade na África e na Ásia.

Vigilância e vacina
Para manter a eliminação do sarampo, a Opas recomenda a todos os países das Américas que fortaleçam a vigilância ativa e mantenham a imunidade de sua população por meio da vacinação.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Agência Brasil